Sessão da Tarde | Contratos milionários evitam a extinção da faixa


Sessão da Tarde
Reprodução / Rede Globo

A Rede Globo vem estudando, há cinco anos, a tirar a Sessão da Tarde de sua grade de programação substituindo-a por um programa nacional.

Exibida desde 1974, a clássica sessão vespertina de filmes da Rede Globo chegou a passar por algumas crises. A última em 2013, quando seus filmes chegavam com frequência a um dígito. Na ocasião, a emissora inverteu o horário de filmes com o Vale a Pena Ver de Novo e os índices alavancaram.

O que impede a emissora carioca em extinguir a Sessão da Tarde são os contratos que a emissora carioca mantêm com os principais estúdios de Hollywood, tais como a Warner, Walt Disney, Fox, Sony/Columbia, DreamWorks, etc. Todos eles com altos valores envolvidos, ajudando a diluir os cursos com as produtoras.

Nos últimos tempos a emissora não tem dado mais preferência às sessões de cinema. O SuperCine, por exemplo, foi empurrado para as madrugadas, e a sessão principal, a Tela Quente, acabou abrindo caminho para as produções nacionais (como as novelas das 23h, minisséries e superséries) na chamada “Faixa I”.

Além disso, vem o mais importante: se a Rede Globo abre mão desses filmes, as emissoras concorrentes podem fazer um grande estrago.

O que você achou disso?

Chorei Chorei
0
Chorei
OMG OMG
0
OMG
Fail Fail
1
Fail
Amei Amei
0
Amei
Medo Medo
0
Medo
QUE?? QUE??
0
QUE??
Egnaldo Júnior

Colunista, escritor, blogueiro, humorista e radialista. Técnico em Segurança do Trabalho, Jornalista em formação. Amante da televisão, das séries, tecnologias e redes sociais. Adora comédia romântica e filmes de terror/horror. #Paz

Sessão da Tarde | Contratos milionários evitam a extinção da faixa