Crítica | Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível


tomorrowlandterradoamanha_1Título Original: Tomorrowland
Ano: 2015
Estreia: 04/06/2015
Gênero: Aventura, Ficção Científica, Mistério
Duração: 130 min.
Roteiro: Brad Bird
Direção: Brad Bird, Damon Lindelof, Jeff Jensen
Elenco: George Clooney, Hugh Laurie, Britt Robertson, Raffey Cassidy, Thomas Robinson, Kathryn Hahn, Tim McGraw, Keegan-Michael Key, Judy Greer

Acesse o site oficial do filme, clicando aqui.

 

Por: Alyson Fonseca

Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível é um filme emblemático Disney.

Chega as telonas brasileiras a eletrizante aventura de mistério Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada É Impossível (Tomorrowland). Um filme do diretor ganhador de dois prêmios da Academia® Brad Bird, estrelado pelo ganhador do Oscar® George Clooney. Ligados pelo destino, Casey (Britt Robertson), uma adolescente otimista e vibrante com curiosidade científica, e Frank (George Clooney), um gênio desiludido, embarcam em uma missão repleta de perigos para desvendar os segredos de um local enigmático em algum lugar no tempo e no espaço conhecido como Tomorrowland. O que eles devem fazer lá mudará o mundo – e eles – para sempre.

O filme é dirigido, produzido e coescrito pelo ganhador de dois Oscar®, Brad Bird (Missão Impossível 2 – Protocolo Fantasma, Os Incríveis). Damon Lindelof (Star Trek, Além da Escuridão – Star Trek) e Jeffrey Chernov (Star Trek, Missão Impossível 2: Protocolo Fantasma) também são os produtores. John Walker (Os Incríveis), Bernard Bellew (Os Miseráveis, Extermínio 2), Jeff Jensen e Brigham Taylor (o próximo lançamento Mogli – O Menino Lobo) são os produtores executivos.

Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada É Impossível (Tomorrowland) tem roteiro do escritor e cocriador de Lost Damon Lindelof e Brad Bird, a partir de uma história de Lindelof & Bird & Jeff Jensen, e também é estrelado por Hugh Laurie (Mr. Pip, House M.D. da TV), Raffey Cassidy (Sombras da Noite, Branca de Neve e o Caçador), Tim McGraw (Um Sonho Possível, Surpresas do Amor) Kathryn Hahn (Sete Dias Sem Fim), Keegan-Michael Key (Key & Peele, Quero Matar Meu Chefe 2) e Thomas Robinson (Coincidências do Amor).

tomorrowland-600x313

Poucos sabem que Tomorrowland foi criada por Walt Disney como uma área da Disneyland em 1955. Era uma época em que os americanos imaginavam um futuro otimista. Ao longo dos anos, especialmente nos anos 1970, a visão das pessoas sobre o futuro começou a ficar sombria.

A história de Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada É Impossível (Tomorrowland) começou com uma caixa com uma etiqueta “1952”, supostamente descoberta por acaso nos arquivos dos Estúdios da Walt Disney. A caixa misteriosa continha todo tipo de modelos e plantas, fotografias e cartas fascinantes que pareciam ter relação com a origem de Tomorrowland e da Feira Mundial de 1964.

O sucesso da Feira Mundial permitiu que Disney arrecadasse fundos para seu próximo grande projeto, o Experimental Prototype Community of Tomorrow, ou Epcot. A visão de Disney era de uma cidade modelo que seria um contínuo experimento de desenvolvimento urbano e organização; era para ser a verdadeira Tomorrowland onde a tecnologia se unia ao planejamento urbano para criar um ambiente otimizado para se viver. Contudo, Walt Disney morreu antes de o Epcot poder ser construído, e o conglomerado The Walt Disney Company decidiu que não queria administrar uma cidade sem as ideias dele. O conceito da comunidade modelo foi modificado para se tornar uma grande e permanente “Feira Mundial”, com dois pequenos distritos residenciais para funcionários e suas famílias. O parque ainda existe hoje em Lake Buena Vista, na Flórida.

TM2

A verdade é que o diretor e escritor Brad Bird conhece bem o mundo da Disney e não é só de seu trabalho em filmes anteriores. Quando tinha 11 anos, ele começou a se interessar por animação e visitou os Estúdios Disney. Ao longo de três anos fez um filme de animação de 15 minutos que chamou a atenção da Disney Animation que ofereceu ao menino, então com 14 anos, um mentor – o famoso animador Milt Kahl. Bird ficou com um amigo da família em Los Angeles e aproveitou a oferta única.

Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada É Impossível tem um início que vai deixar o espectador sonolento e até querer abandonar o filme, mas a dica é que aguente firme, que a partir do segundo ato as coisas começam a melhorar e ficar interessante.

AVALIAÇÃO GERAL: 80 % (BOM)

O que você achou disso?

Chorei Chorei
0
Chorei
OMG OMG
0
OMG
Fail Fail
0
Fail
Amei Amei
0
Amei
Medo Medo
0
Medo
QUE?? QUE??
0
QUE??

Crítica | Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível