Crítica 2 | Estrelas Além do Tempo


Título original: Hidden Figures

Ano: 2016

Gênero: Biografia, Drama, História

Duração: 127 min. (2h07min.)

Classificação: Livre

Roteiro: Allison Schroeder, Theodore Melfi

Direção: Theodore Melfi

Elenco: Taraji P. Henson, Octavia Spencer, Jannele Monáe, Kevin Costner, Kirsten Dunst, Jim Parsons, Mahersala Ali, Aldis Hodge, Kimberly Quinn

Acesse o site oficial do filme, clicando aqui.

 

Por Pedro M. Tobias

“Mais importante pelo tema que por seus elementos técnicos”

 

Todo mundo já deve ter ouvido falar sobre as missões Apollo, e talvez seja capaz listar imediatamente o nome dos astronautas que deram os primeiros passos da humanidade no espaço, como John GlennAlan Shepard e Neil Armstrong. Por outro lado, apesar de sua ousadia, coragem e dos papeis imprescindíveis que desempenharam nos avanços que possibilitaram a exploração espacial humana, os nomes de Katherine JohnsonDorothy Vaughan e Mary Jackson não são sequer mencionados, quanto mais conhecidos da maioria.

Expor o trabalho e a contribuição dessas figuras ocultas (uma tradução do título original do filme), é a proposta do livro de Margot Lee Shetterly e de sua adaptação para os cinemas, dirigida por Theodore Milf (“Um Santo Vizinho“) e roteirizada por ele em conjunto com a estreante Allison Schroeder.

O filme é centrado na história de Katherine Johnson (Taraji P. Henson), uma brilhante física e matemática. Ao lado de Dorothy Vaughan (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), trabalha na gestão de recursos da NASA como técnica, fazendo cálculos. Por conta disto, eram apelidadas de “computadores humanos”.

A vida de Katherine muda quando ela é temporariamente designada para ajudar uma equipe de pesquisa de vôo composta exclusivamente por homens. Naquele ambiente pouco receptivo e carregado de preconceito, ela precisa conquistar seu lugar através da sua persistência e inteligência fora do comum.

À época, apesar da proibição de discriminação racial em órgãos de defesa dos EUA, pessoas “de cor” eram segregadas, tendo que comer e usar banheiros separados. Essa segregação é demonstrada no filme, por exemplo, através de Katherine, que diariamente tem que andar quase 1Km para usar o banheiro “apropriado” que fica em outro pavilhão.

Taraji P. Henson (“Pense como Eles Também“, “O Intruso“) interpreta Katherine com uma força e uma presença que cativam instantaneamente. A forma resiliente como a personagem lida com as adversidades, principalmente aquelas oriundas da sua cor de pele, é amparada por um roteiro recheado de clichês, mas que não diminui o impacto de seu pioneirismo.

A mensagem que o filme traz, bem como as formidáveis atuações do trio de protagonistas se sobrepõem às falhas técnicas. Se o roteiro ou a direção de câmera não se afastam do lugar comum de outras tantas obras do gênero, é graças ao trabalho de Hanson, Spencer (“Zootopia“, “A Série Divergente: Convergente“) e Monáe (“Moonlight: Sob a Luz do Luar“) que o filme ganha corpo.

Vale mencionar também o elenco de coadjuvantes. Se os personagens de Jim Parsons (“Cada Um na Sua Casa“, “Big Bang: A Teoria“) e Kirsten Dunst (“Fargo“, “Destino Especial“) conseguem ser odiosos, representando o pensamento retrogrado e racista da época, é graças ao trabalho de seus interpretes. Kevin Costner (“McFarland dos EUA“, “Batman vs Superman: A Origem da Justiça“), por sua vez, se mostra confortável no papel do líder da equipe de pesquisa de vôo.

Mais do que por seus elementos técnicos, Estrelas Além do Tempo se destaca pela história ali contada. Uma história de luta contra o status quo. O simples fato da existência e da importância do trabalho do trio de protagonistas para o sucesso dos EUA na corrida espacial contra a então União Soviética ser desconhecido ou ignorado amplamente pela maioria das pessoas ainda hoje, revela a importância da obra.

AVALIAÇÃO GERAL: 75% (BOM)

 

Assista ao trailer:

O que você achou disso?

Chorei Chorei
0
Chorei
OMG OMG
0
OMG
Fail Fail
0
Fail
Amei Amei
0
Amei
Medo Medo
0
Medo
QUE?? QUE??
0
QUE??
Pedro M. Tobias

Hier encore javalis vingt ans! "O caminho do homem justo está cercado por todos os lados pela iniquidade dos egoístas e a tirania dos maus" (Ezequiel 25:17)

Crítica 2 | Estrelas Além do Tempo