Globo de Ouro 2016 | Wagner Moura, Da Bahia para o Mundo


É surpreendente saber que em seu primeiro trabalho para o cinema, ainda não estava claro que esse seria seu futuro. Foi o filme ‘Sabor da Paixão’, da venezuelana Fina Torres, filmado na Bahia. Seu segundo filme, ‘Abril Despedaçado’ de seu compatriota Walter Salles, foi nomeado para um Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro em 2002 representando o Brasil. Talvez tenha sido sorte, ou talvez o destino, o fato de que a carreira deste ator que completa 40 anos em junho, desde o início incluiu projetos com voos internacionais.

Wagner Moura em 'Carandiru'
Wagner Moura em ‘Carandiru’

Foi em Carandiru’, do argentino Hector Babenco, também lançado nos os EUA, o filme que o estabeleceu no Brasil. Já no estrangeiro, foram ‘O Caminho das Nuvens’ de Vicente Amorim e Cidade Baixa’ de Sérgio Machado, onde ele co-estrelou com outra brasileira que o tornou famoso em Hollywood, Alice Braga. Sua popularidade cresceu em casa, graças as telenovelas de sucesso, A Lua Me Disse’ em 2005 e ‘Paraíso Tropical’ em 2007. No entanto, o cinema com certeza mudariam as coisas. José Padilha, que veio do mundo dos documentários, o convocou para se tornar o Capitão Nascimento em Tropa de Elite’ (2007), uma combinação inteligente de crítica social e grande entretenimento que se tornou um sucesso esmagador no Brasil, levantando R$ 11 milhões, onde ganhou inúmeros prêmios em todo o mundo, como o Urso de Ouro no Festival de Berlim. Não há dúvida de que o filme consagraria Moura como o grande astro brasileiro e colocado Padilha na mira de Hollywood.

Capitão Nascimento (Tropa de Elite)
Capitão Nascimento (Tropa de Elite)

Moura reprisou o Capitão Nascimento em Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora é Outro’ (2010) um filme que quebrou recordes no Brasil, entregando a Padilha, o prêmio de Melhor Diretor no Festival Havana 2011, onde o filme também ganhou o Prêmio Especial do Júri. Eleito pelo National Board of Review como um dos 5 melhores filmes estrangeiros daquele ano.

José Padilha e Wagner Moura na coletiva de imprensa de 'Netflix - Narcos'
José Padilha e Wagner Moura na coletiva de imprensa de ‘Netflix – Narcos’
Moura e Matt Damon em 'Elysium'
Moura e Matt Damon em ‘Elysium’

O dueto tomou caminhos diferentes quando Moura foi contratado por Neil Blomkamp para se juntar ao elenco de Elysium’, filme estrelado por Matt Damon, enquanto Padilha estreou no cinema com o remake de ‘Robocop’ um ano depois. Mas quando a proposta da Netflix de rodar a história de Pablo Escobar, o lendário narcotraficante colombiano, Padilha não hesitou em convidar seu ator favorito para interpretá-lo. A fascinação de Padilha por documentário é sentida em Narcos’, a série que foi colocada entre os cinco candidatos ao Globo de Ouro na categoria dramática. O resultado é tão esmagadora que não é nenhuma surpresa que o ator brasileiro foi escolhido como um dos cinco indicados na categoria Melhor Performance de um Ator em Série de Drama, e também é o único a ter ganho aquele lugar com um papel em que raramente se ouve falar em Inglês.

narcos

O que você achou disso?

Chorei Chorei
0
Chorei
OMG OMG
0
OMG
Fail Fail
0
Fail
Amei Amei
0
Amei
Medo Medo
0
Medo
QUE?? QUE??
0
QUE??

Globo de Ouro 2016 | Wagner Moura, Da Bahia para o Mundo